Motivos para implementar o Pix no seu negócio

pix para negócios

Com quase R$ 2 trilhões movimentados, deixar de implementar o Pix no seu negócio significa estar parado no tempo. A tecnologia chegou há um ano e já domina os meios de pagamentos, ultrapassando o TED e DOC, por exemplo.

Entretanto, quais são os motivos para que as empresas ofereçam o Pix como método de pagamento? As vantagens são realmente interessantes? Saiba isso e muito mais neste artigo!

Como funciona o Pix

O Pix é um sistema de pagamentos instantâneos (SPI) desenvolvido pelo Banco Central (BC) e lançado em novembro de 2020. Com essa tecnologia, usuários (pessoas físicas e jurídicas) podem fazer transações usando apenas a Chave Pix e terem a operação liquidada em menos de 10 segundos a qualquer hora e dia do ano.

As chaves Pix é o método utilizado para que se faça a operação, eliminando a necessidade de saber onde o recebedor possui conta bancária. Essas chaves podem ser o CPF/CNPJ, e-mail, telefone ou aleatória.

Para que esse sistema funcione, há diversos agentes Pix:

  • Participante direto: instituições de pagamento autorizadas a operar pelo Banco Central, oferecendo liquidação das transações;
  • Participante indireto: instituição que oferece uma conta transacional, mas não autorização para ser titular da conta no Banco Central e, por isso, usa serviços de um liquidante do SPI;
  • Banco Central: órgão desenvolvedor e regulador, também oferece a infraestrutura de liquidação;
  • Pagador: o usuário que está a enviar os recursos pelo Pix junto às instituições credenciadas;
  • Recebedor: o usuário que receberá os recursos enviados pelo Pagador.

As mudanças nas preferências dos consumidores

As pessoas querem as coisas cada vez mais rápido. Poucos têm paciência para ficarem aguardando ou passando por longos processos de checkout, seja nas lojas físicas ou digitais.

Entretanto, não é só uma boa experiência que os consumidores procuram. Na verdade, o Pix possui um impacto socioeconômico muito importante: a inclusão financeira.

No Brasil, há mais de 30 milhões de pessoas desbancarizadas, ou seja, sem acesso aos serviços financeiros por conta das barreiras de entrada para se ter um cartão e uma conta corrente, por exemplo.

Além disso, sendo um sistema que melhora a experiência do usuário, o varejo digital e físico tiveram impactos positivos como:

  • Menor taxa de abandonos de carrinhos;
  • Melhor gestão de fluxo de caixa e estoque;
  • Incentivo à compra;
  • Redução de custos;
  • Diversificação do público;
  • Aumento da competitividade.

Pix: o meio de pagamento preferido dos brasileiros

pagamentos com PIX

O impacto socioeconômico e tecnológico do Pix foi e continua sendo bastante expressivo. Em pouco menos de 1 ano de seu lançamento, o sistema de pagamentos instantâneos se tornou o meio de pagamento mais popular no país.

Só em outubro de 2021, foram quase 980 milhões de transações Pix. Sendo que transações fora do sistema somaram apenas 204 milhões de operações no mesmo mês. Em termos monetários, o Pix movimentou mais de R$ 500 bilhões apenas em outubro, enquanto as outras transações somam pouco mais de R$ 81 bilhões no mesmo período.

O número de chaves vem crescendo rapidamente também. Em outubro de 2021, o BC registrou um total de 348 milhões de chaves Pix, sendo que 334 milhões são chaves de pessoa física.

Essa popularização tão rápida se deve a dois fatores: as características intrínsecas do sistema (facilidade, gratuitidade e instantâneo) e a massiva campanha das instituições financeiras durante o lançamento para que as pessoas registrassem as chaves Pix.

Vantagens de usar o Pix no seu negócio

1. Baixo custo e complexidade

Para as pessoas físicas o Pix é totalmente gratuito, o que ajuda a ser um método fácil das pessoas adotarem. Para as pessoas jurídicas o custo também é muito inferior às alternativas, sendo que em muitos casos há diversas isenções de tarifas, em especial para micro e pequenas empresas.

Também é um sistema menos burocrático e complexo de se implementar e operar. Afinal, há diversas ferramentas para automação e mesmo na forma manual o Pix é mais simples do que qualquer outro método.

2. Recursos disponíveis imediatamente

Honrando o nome de sistema de pagamentos instantâneos, ao implementar o Pix no seu negócio, haverá um impacto imediato no seu fluxo de caixa.

Através do Pix, os recursos ficam disponíveis na sua conta imediatamente (dependendo do seu provedor, pode haver outras regras para liberação). Assim, não há necessidade de esperar 3 dias úteis no caso dos boletos, ou ter limitação de horários e dias como nas transferências via TED e DOC.

3. Facilidade para automatizar e conciliar pagamentos

O Pix no seu negócio pode ser facilmente automatizado para aprimorar a experiência do cliente e permitir uma gestão eficiente.

Como não há um intermediário, sendo que o processamento é feito diretamente pelo Sistema de Pagamentos Instantâneos, a liquidação acontece de forma mais rápida e segura. Com isso é mais fácil realizar a conciliação bancária, uma vez que há menor complexidade e os recursos ficam disponíveis rapidamente.

4. Flexibilidade de checkout

Outro fator muito importante para implementar o Pix no seu negócio é a facilidade de checkout para seus clientes. Seja no varejo físico ou digital, poder pagar em poucos segundos através do celular é muito mais prático do que contar dinheiro físico ou usar o cartão.

Contudo, o Pix não veio para eliminar esses outros métodos de pagamento. Na verdade, ele é mais uma opção que permite ampliar as possibilidades para os negócios. Por sua flexibilidade, há muito espaço para inovações e, com isso, maior competitividade.

Como implementar o Pix no seu negócio

pix para negócios

O primeiro passo para implementar o Pix no seu negócio é encontrar os parceiros certos. Isso porque, apesar da facilidade de implementação, é importante unir a tecnologia com a sua operação.

Através de APIs, é possível integrar o sistema de pagamento dentro dos sistemas do seu negócio para facilitar a conciliação bancária, emissão de cobranças e gestão de caixa. Além de escolher o parceiro que ofereça as melhores condições de taxas e tarifas.

A segunda etapa é escolher o método principal de pagamento via Pix no seu negócio. É possível receber pagamentos através de QR Code estático ou dinâmico e pelas chaves. Dessa maneira, há diversas formas de implementar o Pix no seu negócio:

  • QR Code em comandas de pagamento e self-checkout (ideal para bares, restaurantes e cafés);
  • Link de pagamentos ou QR Code Dinâmico no checkout online (ótimo para lojas virtuais);
  • Boletos ou carnê com QR Code Dinâmico impresso (boa alternativa para prestadores de serviços ou para vendas parceladas);
  • QR Code Estático no PDV (forma prática de receber via Pix em estabelecimentos físicos).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *