Transformação digital pós pandemia

Pos pandemia: digital ainda mais presente

A digitalização nunca esteve tão presente no dia a dia das pessoas, e melhor, de uma maneira tão facilitadora, até mesmo para aqueles que nunca tinham feito uma compra online antes, se “renderam” e gostaram. A transformação digital precisou acontecer no ano de 2020, por causa do contexto em que estamos. Por isso, o ponto é utilizar a tecnologia como uma aliada, imaginar que hoje, um vendedor do Sul, está atendendo consumidores do Norte, com qualidade, de forma ágil e totalmente on-line.

Anteriormente a pandemia ainda havia muita resistência de varejistas sobre o porquê de investir no mundo digital, uma vez que o mundo físico atendia as suas necessidades. Para esse tipo de questionamento, uma pesquisa realizada pelo SPC Brasil e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), revela que cerca de metade dos consumidores fazem pesquisas na Internet antes de realizarem compras em lojas físicas.

Por isso é de grande importância diversificar e ampliar os canais de vendas. Por que limitar o potencial de vendas dos negócios, sendo que no mundo online as barreiras podem ser ultrapassadas?

A transformação digital no varejo na pandemia

Conseguimos ver que a pandemia mudou o mercado, pois nesse momento desafiador, com todos em casa e comércios de portas fechadas, muitos tiveram a oportunidade de mudar o modo como viam seus negócios, desde comerciantes à consumidores.

Se não foi por inovação, foi pela própria necessidade. Por isso, entendendo que a única alternativa para o momento era o ambiente digital, mercados se adaptaram e agilizaram a digitalização. Restaurantes fechados seguiram operando por meio do delivery. Lojas de roupas e de presentes aumentaram as vendas on-line, principalmente em períodos de sazonalidade, como o Dia das Mães, quando o e-commerce registrou crescimento de 20% no número de pedidos.

Mesmo quem não atuava no mundo on-line precisou se adaptar à nova realidade. Podemos ver os supermercados na atuação de aplicativos de delivery em que as compras são entregues no mesmo dia. O investimento no EAD, pois muitas pessoas investiram esse tempo de isolamento social para estudar. Além disso, um dos setores mais tradicionais que muitos pensavam que não poderia se digitalizar, que é o setor da saúde, facilitou as consultas rápidas com a aprovação da telemedicina.

É de grande importância abrir as portas para o digital. Esse foi um momento que todos passaram e perceberam que esse é um processo obrigatório para todo tipo de negócio, inclusive para os pequenos. No vídeo abaixo pode notar como o pós pandemia pode impactar nos negócios:

O lojista precisa ter a experiência de cadastrar seu produto no site, personalizar a página, acompanhar o fechamento, empacotar, despachar, entre outros. Para aqueles que não querem se limitar no modelo de marketplace, podendo também integrar o seu e-commerce e marketplace, pode tentar ver como um novo modelo de negócio, a omnicanalidade.

O cenário é desafiador, mas oportuno para desbravar novos formatos com o apoio da tecnologia. Não somente enxergar as vendas online como uma alternativa, mas como a diversificação do canal de vendas para o presente.

*Por Giovanna Zacchi, Head of Sales & Business Development no Grupo FCamara.*

1 comentário em “Transformação digital pós pandemia”

  1. Pingback: Serviços financeiros e varejo: a relação entre os dois no ambiente digital

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *