Banking as a service: o uso de serviços financeiros personalizados com a sua marca como diferencial competitivo

O que é banking as a service?

Já pensou em ter um banco próprio, mas sem ter que investir pesado? Pois é isso que o Banking as a Service pode te proporcionar!

Essa tecnologia vem crescendo muito, possibilitando que qualquer empresa possa oferecer serviços financeiros sem ter a expertise ou a mega infraestrutura para tanto. Isso é possível através da integração entre a plataforma da empresa e a API do banco digital, possibilitando oferecer cartões de crédito, pagamento de contas, transferência entre contas, carteiras digitais e muito mais.

Quer saber como tudo isso funciona e como usar o Banking as a Service como diferencial competitivo em sua empresa? Continue comigo que irei te explicar tudo!

O que é Banking as a Service?

Banking as a Service (BaaS) significa, em português, “banco como serviço”. Nesse sentido, o BaaS é uma tecnologia que permite que qualquer tipo de empresa, mesmo que não seja uma instituição financeira, possa oferecer soluções financeiras como parte de seu portfólio.

Dessa maneira, é possível ter serviços financeiros, seja para clientes, fornecedores e funcionários, sem ter que investir na infraestrutura ou mesmo criar uma empresa financeira, tendo que passar por todas as etapas regulatórias.

Nesse contexto, podemos perceber que o Banking as a Service funciona como um Software as a Service, tão popular atualmente com as milhares de plataformas que podemos contratar e até personalizar.

Com essa tecnologia, diversas fintechs estão nascendo, uma vez que conseguem oferecer um amplo portfólio de produtos e serviços que antes era exclusivo dos grandes bancos. Contudo, não são apenas as fintechs que se beneficiam, qualquer segmento de empresa pode usar o BaaS como um diferencial competitivo.

Não há limitações para qual segmento de empresa possa implementar soluções de Banking as a Service. Isso é possível, pois irá conectar a plataforma digital do negócio com a API do banco digital.

A API é uma interface de programação que permite conectar a plataforma da sua marca (front-end) com a infraestrutura do banco digital.

Assim, sua empresa poderá oferecer:

  • Cartões de crédito, pré-pago e débito;
  • Transferências;
  • Pagamento de contas;
  • Saques; e outros.

Tudo isso por meio de um aplicativo personalizado com a marca da empresa e sem ter que investir em infraestrutura. Isto é, o serviço é pago pela estrutura utilizada.

Um exemplo de utilização do serviço, é o IFood. No aplicativo você pode pagar com dinheiro ou cartão na entrega, cartão pelo app ou mesmo adicionar dinheiro na carteira virtual iFood.Nesse contexto, o iFood utiliza de uma plataforma BaaS para ter essa carteira virtual dentro do aplicativo. Assim, eles conectam o front-end (a interface visual do aplicativo) com o sistema de pagamentos do banco digital que processa as transações (as recargas), que depois faz todos os repasses para os restaurantes e entregadores parceiros. Tudo isso utilizando uma API.

Como funciona o BaaS?

O Banking as a Service permite que sua empresa ofereça diversos tipos de serviços financeiros, sem investir em infraestrutura. Isso porque a empresa terá o custo com base na demanda.

Assim, uma empresa que oferece o BaaS cuidará de toda a parte técnica: infraestrutura, compensação dos pagamentos, armazenamento de dados, compliance, regulamentações.

Enquanto a empresa contratante terá que integrar a solução financeira com suas outras ofertas, criando uma experiência de usuário única.

Dessa maneira, a tecnologia Banking as a Service permite criar soluções como:

  • Contas de pagamento;
  • Emissão de cartões personalizados;
  • Banco próprio para pagamento de funcionários e fornecedores;
  • Fidelização de clientes, por meio de uma carteira de pagamento própria com benefícios exclusivos;
  • Gerar fontes de receitas novas com a comercialização de serviços e produtos financeiros.

Tudo isso é possível ao conectar sua plataforma com a API da empresa que oferece a tecnologia BaaS. 

Como funciona o Banking as a Service na prática e como usá-lo na sua empresa?

Quais os benefícios de investir no Banking as a Service na sua empresa?

A grande vantagem de investir no Banking as a Service é poder criar uma experiência única e diferenciada para os clientes, fornecedores e até colaboradores. Isso tudo sem ter que investir em uma infraestrutura necessária para conseguir processar pagamentos e informações financeiras de forma segura e confiável.

Dessa maneira, sua empresa não precisa se preocupar com:

  • Desenvolvimento e manutenção da tecnologia;
  • Negociações de contratos com prestadores de serviços financeiros, como processamento de pagamento de contas, recargas de celular e emissão de cartão;
  • Modelo de conciliação bancária;
  • Desenvolver relacionamento com as bandeiras de cartões, como Visa, Mastercard, Elo, entre outros;
  • Criar e registrar licenças de software;
  • Compliance com as regulamentações específicas;
  • Investimento inicial para desenvolver, registrar, manter e licenciar a tecnologia;
  • Ter expertise interna para administrar as operações bancárias.

Enfim, são tantas coisas que uma empresa financeira precisa se preocupar que sua empresa ficará livre.

Além de que o Banking as a Service pode ser um grande diferencial competitivo para sua empresa. Perceba que as soluções BaaS podem ser  “white labels”, ou seja, a empresa pode personalizar a solução com sua marca.

Voltando ao exemplo do iFood, toda a plataforma está personalizada com as cores e logo do iFood, sem o usuário perceber que existe uma plataforma comum a qual ele foi estruturado.. Isso tudo agrega para uma experiência do usuário mais fluida, exclusiva e diferenciada.

Também permite criar novas fontes de receitas , melhorando a lucratividade e o faturamento do seu negócio. Ao passo que é possível usar o Banking as a Service para otimizar os processos internos.

Além de que tudo isso, possibilita usar a inteligência de dados para:

  • Tomada de decisão com base em dados;
  • Reduzir custos;
  • Otimizar a controladoria financeira;
  • Inovar os processos internos e serviços. 

Diferencial competitivo: como integrar as soluções BaaS em sua empresa pode te destacar no mercado?

Saiba  como acontece a integração dos diversos produtos e serviços de uma empresa com a plataforma do banco digital.

Conectar uma empresa à infraestrutura BaaS por meio de uma API, acontece na prática da seguinte forma:cliente insere as informações no aplicativo, como uma transferência bancária, assim, o irá enviar os dados para a API, que por sua vez irá comunicar esses dados com o sistema do banco digital.

Em seguida, a tecnologia do BaaS fará todos os procedimentos, como validação de identidade, gestão de riscos, comunicação com intermediários e bancos, entre outros.

O sistema retornará informações se a transferência foi concluída, além de enviar os dados para atualizar o saldo na carteira que aparece na tela do seu aplicativo. Aliás, tudo isso acontece em poucos segundos e dentro do aplicativo.

Em suma, a implementação acontece com adição de algumas linhas de código dentro de sua plataforma, para conectar a interface do site/aplicativo com a API do Banking as a Service.

Importante notar que o custo do sistema é, geralmente, calculado com base no número de solicitações que a plataforma faz para a API. Isso é interessante, pois a empresa terá custos proporcionais ao uso, eliminando o alto investimento necessário para ter uma estrutura financeira como essa.

Exemplos de uso do Banking as a Service como diferencial competitivo 

Podemos citar diversas empresas que hoje estão implementando o Banking as a Service para criar um diferencial competitivo em seus respectivos mercados, como aplicativos de caronas e transporte utilizam o BaaS para terem suas próprias carteiras virtuais.

Outro fato que mostra a força do BaaS, é a aquisição recente da gigante do varejo, Magazine Luiza, da Hub Fintech por R$ 290 milhões. Com a aquisição, a varejista busca fortalecer a plataforma de serviços financeiros que ela oferece a seus parceiros no marketplace e clientes.

Ao passo que a Magalu já vinha usando o BaaS para diversos serviços, especialmente quando lançou sua própria conta digital. Agora, ela visa ampliar as soluções de pagamento e conta digital dentro do aplicativo.  Isso permite que a varejista ofereça:

  • Transferências entre contas e por PIX;
  • Saques e pagamento de contas;
  • Pagamento facilitado para compras nos sites da empresa;
  • Ter cartão de crédito;
  • Contratar empréstimos pelo app;
  • Transferências TED e DOC; e muito mais.

Como funciona a implementação da ofertas de serviços financeiras “White Label”?

Depois de tantos exemplos é possível já identificar diversos jeitos de utilizar o banking as a Service independente do core business. 

Primeiro, é preciso contratar uma empresa que ofereça o serviço de criação de uma plataforma Baking as a Service que vai auxiliar na integração de todo o sistema legado e ao novo banco digital.

Feita a implementação dos códigos, realize alguns testes para garantir que tudo esteja funcionando perfeitamente. Ademais, não esqueça de escolher um fornecedor de qualidade, avaliando:

  • Credibilidade da empresa;
  • Sistemas robustos de controle e prevenção de fraude;
  • Adequação a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD);
  • Criptografia de ponto para proteção de dados;
  • Facilidade de uso;
  • Taxas e demais custos;
  • Velocidade e qualidade dos serviços.

Enfim, agora você sabe como o Banking as a Service pode ser um grande diferencial competitivo para sua empresa. Assim, use a criatividade para pensar em soluções financeiras que agreguem valor para seus clientes, funcionários ou fornecedores.

E aí, que tal pensar em como agregar o BaaS na sua empresa e se diferenciar de todos os seus competidores?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *