7 dicas para um site de compras confiável manter sua reputação na rede

site de compras confiável - FCamara

O e-commerce no Brasil está entre os segmentos que mais crescem e, hoje, o consumidor brasileiro já tem mais confiança em realizar compras pela internet. Entretanto, os cuidados com o consumo online tendem a aumentar conforme esse tipo de transação se torna mais comum. Essa exigência faz com que os e-commerce precisem investir em um site de compras confiável para o consumidor, para que possa manter uma reputação positiva na rede.

Alguns cuidados podem ajudar a manter o site de compra confiável e com uma reputação online positiva. A maioria das indicações de como um consumidor pode verificar a confiança de um site é avaliando a presença de alguns elementos. Confira, neste post, 7 dicas para ter um site de compra confiável:

1. Atenção com o Procon

O Procon mantém uma lista com e-commerces não confiáveis, pois já tiveram reclamações anteriores de clientes, sem atender às demandas solicitadas. A lista é uma fonte importante de consulta para consumidores, especialmente antes de períodos promocionais, como a Black Friday. Os critérios utilizados pelo Procon seguem as disposições legais da Lei nº 8.078 de 11 de setembro de 1990, que configura que o serviço é defeituoso, levando em consideração:

  • I – o modo de seu fornecimento;
  • II – o resultado e os riscos que razoavelmente dele se esperam;
  • III – a época em que foi fornecido.

2. Tenha CNPJ em local visível

Antes de realizar uma compra pela primeira vez, muitos usuários pesquisam verificar se a empresa realmente existe, fazendo uma pesquisa na Receita Federal a partir do CNPJ. Assim é possível conhecer a situação cadastral da empresa e se existe um endereço físico integrado. Deixar o CNPJ em local visível no site ajuda neste processo e mostra para o usuário que o e-commerce está em dia com as exigências legais.

3. Valorize os certificados digitais

Para o consumidor, um aspecto importante antes da compra é verificar se o site possui certificados digitais que garantam a segurança das informações pessoais e bancárias deixadas na página. Portanto, é importante que o e-commerce se preocupe em adquirir tais certificados e selos de segurança. Eles transmitem mais confiança ao cliente, além de evitar problemas com a integridade dos dados e privacidade dos usuários.

4. Use criptografia em páginas de recebimento de dados

Além dos certificados digitais que garantem maior segurança para o usuário na realização de uma compra, destaca-se também a criptografia da página que recebe os dados pessoais e bancários do cliente. Essa segurança é verificável por meio do cadeado que fica antes da URL no navegador. Invista em páginas criptografadas para aumentar a segurança do usuário e uma plataforma de e-commerce que possibilite esse cuidado.

5. Tenha um SAC

O cliente deseja que a compra seja realizada com o máximo de sucesso possível, entretanto, espera que, caso haja algum problema, tenha a quem recorrer. Por essa razão, o SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) é fundamental na percepção do cliente sobre a confiabilidade do site de compra.

6. Tenha campos para comentários dos clientes

Habilitar o campo de comentários dos clientes permite, entre outros fatores, que os consumidores possam deixar a opinião sobre a experiência de compra e o produto, o que normalmente chama a atenção de outros visitantes interessados. Com boas avaliações, o consumidor terá mais confiança no site. Caso as avaliações estejam ruins, ao invés de desabilitar o recurso, investigue o que no seu processo de venda não está sendo satisfatório.

7. Cumpra os valores e prazos anunciados

Entre as piores práticas de um e-commerce está não cumprir com o que promete ao consumidor, seja em valores ou prazos. Nunca faça anúncios com preços distintos ou com informações confusas, que deem a entender um valor quando na realidade é outro. A organização logística do negócio também deve ser valorizada para manter o site de compras confiável e com uma reputação positiva entre os clientes.

O que seu e-commerce tem feito para manter a confiança dos clientes? Compartilhe conosco a sua experiência!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *