Categorias me nu
X

categorias

X
Como ter uma arquitetura de TI de alta performance?
Home / Categorias / Gestão e Negócios

Como ter uma arquitetura de TI de alta performance?

por FCamara | 16 de dezembro de 2016 | Gestão e Negócios

Com o nível de competitividade entre as empresas cada vez mais acentuado, investir em uma boa estrutura de TI (Tecnologia da Informação) é uma forma de agilizar os processos, aumentando a produtividade e ainda tendo respostas mais ágeis destinadas a clientes e fornecedores.

Agora, como ter uma equipe de TI de alta performance? Para começar a responder a esta pergunta, vamos elencar neste post quatro dicas que poderão fazer a diferença na sua empresa, melhorando muitos índices econômicos, sem falar no avanço considerável na performance de todos os setores.

Interessado? Então, continue lendo e aprenda como estruturar este setor, garantindo, assim, uma equipe de TI de alta performance.

1. Defina um time qualificado

A primeira dica para a sua empresa se estruturar em TI é buscar profissionais bem capacitados e, principalmente, um arquiteto do ramo que saiba fazer todas as modificações necessárias para adequar o setor nas principais inovações do mercado.

Caso a contratação de uma equipe especializada esteja fora do orçamento da sua empresa, opte pela terceirização ou uma consultoria que seja capaz de integrar todos os segmentos com um bom projeto.

Afinal, sistemas só serão bem gerenciados por meio de uma equipe responsável e que tenha conhecimentos técnicos aprofundados para manter as redes estáveis, assim como todas as ferramentas necessárias.

2. Utilize a computação em nuvem

Serviços que tenham maior mobilidade e escalabilidade necessitam de sistemas em cloud computing, ou seja, a utilização e armazenamento de dados em servidores remotos.

Dessa maneira, informações que estiverem nos computadores da sua empresa poderão ser acessadas em qualquer lugar do mundo desde que haja um ponto de acesso à Internet.

Com isso, haverá uma otimização do tempo em razão das soluções mais rápidas de determinadas pendências, assim como uma maior agilidade no atendimento a clientes e fornecedores.

Existe ainda uma redução nos custos, pois a empresa paga apenas pelo espaço que utiliza, tendo uma maior flexibilidade em comparação aos tradicionais drives.

Agora, o ponto mais importante é na otimização dos processos, já que o armazenamento em nuvem contribui imensamente com a gestão de TI, trazendo uma maior performance em todos os processos internos.

3. Faça uma integração entre os setores

A instalação de uma plataforma interna pode ser a solução para integrar todos os setores da sua empresa.

Por meio desta atividade, balancetes de entradas e saídas de produtos, materiais que estejam no almoxarifado, vendas, índices de rendimento, entre outros, poderão ser visualizados.

Reduz gastos, além de manter todos os funcionários interligados, agilizando na solução de demandas internas e externas. É possível acompanhar veículos que estejam em trabalhos na rua e até mesmo o cumprimento adequado dos prazos para a entrega de algum serviço.

4. Use indicadores de performance

Indicadores conhecidos como KPIs contribuem para você acompanhar o trabalho das equipes. Com eles, os gestores podem rastrear o desempenho dos colaboradores, analisando possíveis gargalos operacionais, avaliando constantemente os projetos que estão sendo conduzidos pela corporação.

Por meio deste indicador, é possível verificar o tempo médio de atendimento de clientes, da entrega de tarefas, a produtividade como um todo e até mesmo a satisfação dos clientes. Ou seja, trata-se de uma ferramenta de TI essencial para tornar mais eficaz a gestão deste setor da sua empresa.

E aí, gostou do nosso post sobre como ter uma arquitetura de TI de alta performance? Que tal curtir a nossa página no Facebook e ficar por dentro de mais informações sobre o mundo de TI? Participe com a gente!

Comentários

inscreva-se

Fique por dentro das últimas notícias e novidades do Grupo FCamara e do nosso time #SANGUELARANJA