Categorias me nu
X

categorias

X
Como o machine learning vem sendo usado na criação de aplicativos?
Home / Categorias / Gestão e Negócios

Como o machine learning vem sendo usado na criação de aplicativos?

por FCamara | 17 de maio de 2017 | Gestão e Negócios

Já se sabe que a tecnologia avança a passos largos, especialmente no dia a dia das pessoas. Computadores têm adquirido uma capacidade cada vez maior de processar dados, podendo cumprir diversas funções. Como um avanço disso, já é possível criar máquinas capazes de pensar de forma semelhante a uma pessoa, conceito chamado de machine learning.

De forma simples, se trata de um tipo de inteligência artificial capaz de avaliar determinados grupos de dados e discernir as diferentes opções disponíveis. Não há mais uma limitação direta no número de resultados apresentados, já que a máquina poderá encontrar novas possibilidades dentro de seu escopo. E o machine learning já vem sendo utilizado para melhorar a interatividade com aplicativos móveis, por exemplo.

Considerando que o principal propósito dos apps mobile é adicionar praticidade a determinadas tarefas, um aplicativo capaz de analisar criticamente uma informação e fornecer o resultado mais relevante para o usuário é algo extremamente útil. Ainda há a possibilidade de que o aplicativo se adapte aos hábitos e necessidades do indivíduo, tornando-o ainda mais eficiente.

Para ilustrar melhor essas possibilidades e seus benefícios, veja aqui alguns contextos em que aplicativos móveis podem aproveitar o machine learning:

Finanças e investimentos

O mercado financeiro é um dos ramos mais amplos e complexos para atuar hoje em dia. Qualquer investimento, para ser o mais proveitoso possível, exige uma ampla análise de dados e um acompanhamento contínuo do mercado. Se sua atenção estiver voltada para outro local, pode ser que você perca uma oportunidade.

Aplicativos já são usados como home brokers (ferramentas de investimento), mas um aplicativo inteligente pode detectar mais facilmente aplicações de interesse assim que elas surgem. Tudo baseado no seu banco de dados e no comportamento do investidor.

Varejo e e-commerce

O comércio é uma área altamente volátil, com necessidade quase constante de adaptação e revalidação de qualquer prática — hábitos de consumo tendem a mudar bastante com o tempo, às vezes em larga escala e sem aviso prévio. Por isso, um sistema de machine learning é o mais indicado para auxiliar uma loja.

No comércio virtual, por exemplo, muitas lojas usam aplicativos para realizar vendas. E estes apps são portas de entrada para a coleta e fornecimento de várias informações. Um software de gestão inteligente pode tanto aproveitar as atividades dos consumidores para prever tendências quanto fornecer sugestões e adaptar seu funcionamento para determinados hábitos de consumo.

Educação e aprendizado

Especialmente no ensino a distância, já comum em várias áreas, aplicativos com a capacidade de machine learning podem fazer uma grande diferença. Um ensino mais particular e individualizado é mais útil para trabalhar os pontos fortes e fracos de cada aluno, mas um único professor raramente tem a oportunidade ou mesmo treinamento adequado de lidar com estas especificidades.

Uma máquina, por outro lado, pode fornecer exercícios, conteúdo extra e outras formas de auxílio sem necessidade de intervenção humana. E se ela é capaz de aprender com os hábitos dos alunos, ela poderá sempre indicar o material mais adequado.

Agora que você já conhece algumas aplicações do machine learning em aplicativos, deve estar pensando em como utilizá-lo na sua empresa. Se quiser mais informações sobre o tema, entre em contato com a FCamara e tire suas dúvidas!

Comentários

inscreva-se

Fique por dentro das últimas notícias e novidades do Grupo FCamara e do nosso time #SANGUELARANJA