Categorias me nu
X

categorias

X
Como escolher a plataforma de e-commerce ideal para sua loja?
Home / Categorias / Transformação Digital

Como escolher a plataforma de e-commerce ideal para sua loja?

por FCamara | 24 de maio de 2016 | Transformação Digital

A plataforma de e-commerce é um dos pilares que sustentam a operação de uma loja virtual. Além de mostrar para os seus consumidores a cara da sua loja, é por ela que você faz o gerenciamento do negócio e administra o seu dia a dia.

É por meio da plataforma de e-commerce, também, que você vai cadastrar e apresentar os seus produtos para os compradores em potencial, assim como os meios de pagamento e envio disponíveis para que as compras sejam realizadas.

Confira agora os detalhes que você deve levar em conta na hora de escolher a plataforma de e-commerce ideal para a sua loja.

Suporte técnico

Verifique quais são os canais de atendimento que a plataforma de e-commerce oferece para entrar em contato e analise se o que é oferecido será suficiente para o dia a dia do seu negócio. Procure saber quais são os prazos que a empresa proprietária da plataforma dá para responder aos chamados e solicitações de correção técnica e, se possível, converse com quem já utiliza o sistema.

Flexibilidade na estrutura da plataforma

Dependendo das necessidades e especificações do seu negócio, algumas alterações no template (modelo pronto de página) da plataforma serão necessárias. Verifique quais são as camadas da plataforma que poderão ser alteradas, como os códigos HTML e CSS, além do nível de customização do layout e qual o nível de dificuldade para se fazer essas mudanças.

A plataforma que você for escolher deve atender aos requisitos e necessidades do seu negócio, daí a importância dela ser customizável. Além disso, a plataforma deve permitir integração com outras plataformas por meio de extensões para assim você conseguir agregar novas e importantes funcionalidades à loja-online.

Funcionalidades disponíveis

A plataforma de e-commerce ideal para a sua loja é aquela que já apresenta uma série de funcionalidades compatíveis com o seu modelo de negócio, como “botões” para compra, solicitação de orçamento, cálculo de frete, etc. Procure listar as funcionalidades essenciais para o seu negócio, pesquise as possibilidades visitando outras lojas virtuais e busque por uma plataforma que consiga atendê-las de preferência em sua totalidade.

Integração com ERP

A gestão do seu e-commerce deve funcionar com perfeição para que o crescimento possa ser acompanhado e a empresa continue evoluindo de maneira sustentável. Nesse aspecto, a integração da plataforma com o seu sistema de planejamento de recursos da empresa é essencial e você deve considerar se as ferramentas oferecidas pela plataforma lhe serão úteis para gerir o negócio ou se você irá recorrer a ferramentas e aplicativos externos.

Gateway de pagamento

Verifique se a plataforma de e-commerce já possui um gateway de pagamento ou se você precisará instalar esse sistema à parte. Esse gateway é responsável por autorizar transações financeiras e promover a transmissão de dados para que você receba o pagamento pelos produtos comprados. No caso de você já utilizar um sistema de pagamento online ou ter uma preferência por um sistema específico, veja se a plataforma é compatível com ele.

Usabilidade

Antes de fechar negócio, peça para fazer um teste na plataforma ou em uma loja que tenha sido feita em cima dela. Coloque-se no lugar de um consumidor e navegue por todos os ambientes, analisando se encontra dificuldades em sua utilização.

A plataforma também deve oferecer um baixo tempo de SLA hosting, ou seja, tempo de carregamento da loja. Quanto menor for o tempo de carregamento, melhor, pois isso significa que, ao acessar sua loja virtual, mais rapidamente o cliente verá a página inicial ou dos produtos que buscar.

Custos e disponibilidade da plataforma

A plataforma de e-commerce deve apresentar um custo mensal claro e objetivo para que você se programe e o plano escolhido tenha disponibilidade das funções desejadas sem que você precise pagar a mais por isso. Coloque na sua relação de custos todas as alterações e customizações que serão feitas na página por um profissional à parte, para que você tenha a noção real do valor da escolha dessa plataforma e do quanto irá gastar também para mantê-la.

Os especialistas em e-commerce apontam que os custos que envolvem contratar e manter uma plataforma não devem ultrapassar 25% do total da verba que você tem disponível para todo o projeto da loja online.

 

Gostou das nossas dicas? Que tal ler agora sobre como ter alta performance em vendas?

Comentários

inscreva-se

Fique por dentro das últimas notícias e novidades do Grupo FCamara e do nosso time #SANGUELARANJA